Light theme

The Legend of Zelda: Twilight Princess review
by pedrinho lanches

Twilight Princess é quase um Ocarina of Time 2, uma resposta da Nintendo à reação do público geral aos relativamente esquisitos Majora's Mask e Wind Waker. 

O senso comum rechaça um pouco o jogo por ele ter um mundo semi-aberto muito árido, e ideias sub-aproveitadas (como o mundo das trevas e a forma de lobo) e uma introdução comprida demais que dá pra Link um background de trabalhador rural. E aplaude as dungeons do jogo, que são muitas e mesmo assim mantém um padrão alto de qualidade. 

Apesar de isso ter ligação com a verdade, Twilight Princess é um Zelda impressionante e criativo em muita coisa. A história é fraca, como é até de se esperar de um game, mas a execução é interessante, com cenas cinematográficas e NPCs interessantes. De sua maneira, ele impressiona mais que o plot mais coeso de Skyward Sword, por fazer uma ambientação muito boa com seus NPCs. 

Recomendo, se possível, jogar na versão HD ou emular com o pacote de texturas do victorrosa, ou mesmo com as texturas normais e o jogo renderizado em alta definição. O estilo mais fotorrealista ganha muito com esse aumento de qualidade de processamento gráfico, e esse Zelda claramente tinha como intenção impressionar nesse aspecto. 
«Underrated»

Other reviews2

Is the best game in the franchise in my opinion. Especially with the HD remake, they need to bring this back to the switch. A must play for any new Zelda fans!!!
«Blew my mind»
«Can’t stop playing»
While it hasn't aged as well as some of the other 3D Zelda titles, it's still an amazing game with a great atmosphere. The hour-long tutorial quests hide a deep, engaging story with a character I'll definitely never forget.
«OST on repeat»