Light theme

The Messenger (2018) review
Exceptional
by xettus

  The Messenger, vulgo, meu jogo favorito. Um plataforma "8 bits", com ações rápidas e dinâmicas, possuindo um sistema de upgrades que não são uns super buffs, porém, com um pouco de maestria, eles serão úteis. Aqui basicamente tudo funciona de uma forma esplêndida(o gancho precisamente; caso saiba usar, tenho certeza que gostará muito mais do jogo). 
   A comédia é algo que, nesse jogo, se destaca, principalmente com o Lojista(sarcástico.jpg). Mas não existe apenas comédia em diálogos com o lojista. Você pode fazer em média três perguntas a ele por área, sendo, normalmente, uma dele contando uma história(nas quais podem ser encontradas easter eggs delas pelo mapa). Se você for mexer no armário, se prepare para uma conversa filosófica.
  Os bosses, na primeira vez que batalhei, foram bastante difíceis. Não sei se eu era muito ruim, ou era difícil e precisava aprender o padrão. Falando em padrão, eles são muito divertidos e, como o jogo inteiro, dinâmicos. Os chefões também têm sua personalidade, com até uns se tornando do bem, outros saindo da sua maldição, e outro nem mesmo sendo do mal, pra início de conversa! 
  As músicas do jogo, apenas deixa-o mais agitado para continuar jogando, e não parar para racionar, apenas seguir enfrente. Qualquer música é capaz de ser sua favorita. Considero muito o trabalho feito nessas músicas(parabéns pelas ótimas músicas,  Rainbowdragoneyes!).
  E a revelação da trama então? O plot twist é tanto que muda algo essencial em qualquer jogo(não falarei por spoilers). 
  Em resumo, é um jogo muito bem estruturado, balanceado, frenético, com história bem estruturada, diálogos ótimos, música empolgante. No mais, espero por Sea of Stars, novo jogo da mesma criadora, Sabotage Studio. E Muito obrigado pelo jogo incrível, desenvolvedora.
«Blew my mind»
«Can’t stop playing»
«Underrated»
«Beaten more than once»

Other reviews3

Wonderful bitchip soundtrack that is very catchy. This platformer/side-scrolling metroid game is peppered with humour in a genre that often takes itself too seriously. Gameplay is on point with with polished mechanics and develops a sense of mastery as you find your way through the world. Can be challenging at times, but more accessible than Hollow Knight in terms of difficulty.
This game is pure beauty. I had so much fun while playing it and completed last night, now I don't know what to do. It's not a simple pixel art game, it has so many details, twists, a great story behind. I hope Sabotage and Devolver make a sequel for The Messenger!
«Blew my mind»
«Can’t stop playing»