Light theme

Super Mario 64 review
Exceptional
by Roberto Rezende

A única coisa que tenho a acrescentar ao principal elogio dado a Super Mario 64 é que seu correspondente no VR ainda não existe. Saber que ele definiu o 3D é secundário para o amor que sinto por este jogo. O que me encanta em Mario 64 são seus mundos e a forma prazerosa com a qual interagimos com eles. Nada é grande demais que nos faça perceber algum pixel de nada ou populoso demais que nos impeça de perceber o mundo como feito para nós. Os mundos - quase sempre verticais para cima - nos fazem rumar pulando (como deve ser para Mario) até seus destinos, tudo para voltarmos e buscarmos novos por conta própria. Afinal, trafegar por naqueles lugares é delicioso por si.