Light theme

Uncharted 3: Drake's Deception review
Meh
by RodEnzo

Uncharted 3: Drake's Deception tinha a difícil função de continuar o legado do bom Uncharted 2, apostando exatamente nas mesmas coisas que o antigo: Shooter com elementos de Stealth, Plataforma e alguns Puzzles.

A história do jogo é boa, mas apenas porque a relação entre Drake, Sully e Elena é perfeitamente explorada, a saga que leva o Drake a sua aventura é bem esquecível e medíocre.

Em termos de gameplay o jogo manteve uma engine muito semelhante ao Uncharted 2, no entanto, diferente do antecessor que tinha diversas sequências de ação divertidas e emocionantes, esse só tem uma breve parte no começo do ato 3 que é bem curta. Vale ressaltar que o jogo não possui uma batalha final, apenas uma "lutinha sem sal"

A ambientação do jogo é fraca, melhor que o primeiro mas não chega aos pés de seu antecessor. 

Novamente o jogo falha em seus elementos de Plataforma e Stealth, estando exatamente igual ao segundo, que não era bom nesses quesitos. Além disso, os puzzles retornaram ainda piores. Os que são bons acabam sendo ofuscados e esquecidos pela enorme baixa qualidade dos outros, vale a pena citar a parte em que é necessário encontrar uma estrela no céu, extremamente chato.

Uncharted 3 é decepcionante. Melhor que o primeiro, mas apenas por ter uma história melhor e uma engine de combate mais aprimorada.

Nota final: 6.7

Other reviews4

While the second game of the series made considerable improvements over the first in gunplay, graphics, level design etc., this installment is the exact same in terms of mechanics, gameplay and graphics. Simply put, its more of the same. And that’s not to say it’s not an enjoyable game. The game is focused much more on Drake and Sully’s relationship, and the whole plot seems like a pretext for exploring it (as well for some good ol’ action, of course). The weapon variety is thankfully finally expanded beyond just the handful of guns that were available in the first two games, and the level design, while not radically different, seems like the apotheosis of the Uncharted formula, reaching truly breathtaking heights at latter parts of the ship level. All and all, this game doesn’t offer anything radically new by any means, but combines and to some extent polishes the good about the first two Uncharted games into a still formidable and enjoyable package.
Worse than second but better than first
«Time-tested»
«Beaten more than once»
More of the Uncharted we’ve come to love and a great deal more!
«Beaten more than once»